Posts in category

MÚSICA

Resenha de álbuns e artistas

MUDHONEY – Digital Garbage (2018)

Read More

TORO Y MOI – Outer Peace (2019)

Read More

GRAND SALVO – Sea Glass (2018)

Read More

As expectativas em relação ao trabalho solo de um vocalista emblemático são conhecidas: se vai soar como sua antiga banda ou se mudou radicalmente. É sempre assim. Para o artista a tarefa é árdua: manter o padrão de qualidade da antiga banda e, além disso, não soar como, nem todos conseguem essa proeza. Sumner já …

0 39

“Segundo álbum do quarteto californiano segue caminho errático” Há três anos atrás, em seu álbum de estreia o quarteto californiano Silversun Pickups apresentou seu rock vigoroso, incisivo, com uma urgência que não se via há tempos. Remetia aos anos noventa, mostrava influências de bandas consagradas na trilha do barulho como Sonic Youth e Smashing Pumpkins.  …

0 38

Lá se vão dois anos desde que os britânicos do The Horrors apresentaram seu rock de garagem sujo e com toques de psychobilly e punk-rock em “Strange House”. Em Primary Colours a banda já começa surpreendendo com uma falsa introdução com toques eletrônicos em “Mirror’s Image”, para logo se transformar numa canção de sonoridade disforme, …

0 37

“Como sonhar acordado” A afirmação de se sentir “embrulhado” pela música pode ter uma conotação dúbia, melhor seria dizer sugado para dentro das atmosferas ou hipnotizado pelos climas atraentes de “Devotion”. A voz aveludada que parece cantar numa imensa igreja barroca, é a indução à hipnose. Junto com as bases serenas, repetitivas e sem sobressaltos, …

0 37

Ainda ouviremos falar bastante desse quarteto de Leeds, ou não? Sediados na Domino Records, mesma gravadora do Franz Ferdinand, bem não lançaram seu primeiro álbum, o surpreendente “Limbo Panto” (esse da capa acima) e já começam a preparar o sucessor. Seu début não é lá um álbum muito fácil e pra ser ouvido a toda …

0 27

“Novo álbum de Nick Cave com os Bad Seeds está mais próximo do seu trabalho com o Grinderman” O que já se imaginava aconteceu, a sombra do Grinderman, o projeto de rock de garagem de Nick com outros três membros dos Bad Seeds, paira inexoravelmente sobre o novo álbum do cantor australiano com a sua …

0 25

“Mercury Rev mantém a regularidade em Snowflake Midnight” A maior diferença entre esse novo álbum do Mercury Rev e seus antecessores é o uso recorrente de elementos eletrônicos nos arranjos: batidas e synths, e as doses maciças de camadas de teclados. Tirando isso, encontraremos em “Snowflake Midnight” aquele mesmo Mercury Rev de “Deserter’s Songs” (1998) …

0 24

“Diversificado mas não suficiente para sair do mais-do-mesmo” Com ‘Plans’ (2005) o Death Cab For Cutie marcou sua saída da pequena gravadora Barsuk para os braços da poderosa Atlantic. Resultado? Álbum nas paradas, disco de platina e indicação para o Grammy. Por causa da chancela (poder de fogo) da gravadora ou pelas qualidades do álbum? …

0 24

“Urgente apesar de trintona com um vocalista cinquentão” Um prêmio para quem disser o nome de todos os álbuns de estúdio do The Fall. Difícil? Então o nome de uma música de cada álbum de carreira. São vinte e sete no total, contando com esse “Imperial Wax Solvent”, que remonta o The Fall visceral de …

0 29

Canções longas prescindem de dinâmica para não se tornarem repetitivas e enfadonhas. Às vezes o artista estende a canção para torná-la uma espécie de mantra hipnótico, mas se o ouvinte não se integrar no círculo de nada adianta, vai se sentir incomodado e pular a faixa tão logo chegue aos três ou quatro minutos. Talvez …

0 19