BEACH HOUSE – Devotion (2008)


“Devotion, novo álbum do duo Beach House, é como sonhar acordado”

A afirmação de se sentir “embrulhado” pela música pode ter uma conotação dúbia, melhor seria dizer sugado para dentro das atmosferas ou hipnotizado pelos climas atraentes de “Devotion”. A voz aveludada que parece cantar numa imensa igreja barroca, é a indução à hipnose. Junto com as bases serenas, repetitivas e sem sobressaltos, vão envolvendo pouco a pouco, e quando você se dá conta já está viajando para um lugar tranquilo com os sentimentos relaxados, sonolento.

Seria esse o sentido mais exato do termo dream-pop? Se sim, o duo Beach House pode ser colocado no topo do pop onírico.

Impossível ficar impassível ante as texturas delicadas compostas por Alex Scally (guitarra e teclados) e Victoria Legrand (voz e orgão). Tudo é tão plácido e tão cheio de sentimentos que parece que cada canção está lhe suplicando para que lhe preste atenção ou o contrário, pouco estão se lixando pra você, como se sua beleza falasse por si, e aqueles que não lhe prestam atenção hão de um dia se arrepender.

Não tem como ficar indiferente, Victoria tem poderes mágicos de uma sereia, isso já havia ficado claro em 2006 quando editaram o também exuberante e auto-intitulado “Beach House”.

“Devotion” exala fragrâncias do mais puro perfume, conduz numa viagem serena ao Mazzy Star, a Nico, àquelas bases simples e repetitivas, repletas de melancolia que faz sentir feliz. Faz esquecer tempo, espaço, medos, frustrações, inseguranças e todas as sensações estressantes que povoam o nosso corrido dia-a-dia.

Durante a viagem, como o tempo está em suspensão, não dá pra perceber que as onze faixas já se passaram. Quarenta e dois minutos e alguns segundos de atordoamento e parece que foi um instante, resta repetir a dose.

Um vício? Não, devoção.

:: NOTA: 8,5

>>> LEIA TAMBÉM DE LUCIANO: THE HORRORS – Primary Colours (2009) <<<

:::

capa do álbum devotion do duo beach house

:: FAIXAS:
01 . Wedding Bell
02 . You Came to Me
03 . Gila
04 . Turtle Island
05 . Holy Dances
06 . All the Years
07 . Heart of Chambers
08 . Some Things Last a Long Time
09 . Astronaut
10 . D.A.R.L.I.N.G.
11 . Home Again

 

:::

:: Assista ao vídeo de “Gila”:

Anteriores NICK CAVE AND THE BAD SEEDS - Dig , Lazarus, Dig (2008)
Próximo THE POLICE – Outlandos d’Amour (1978)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.