PURPLE PILGRIMS – Perfurmed Earth (Flying Nun, 2019)


“Perfurmed Earth possui alguns atrativos que podem ajudar a dupla Purple Pilgrims decolar em sua discografia”

Purple Pilgrims é um projeto musical da Nova Zelândia com sonoridade voltada para o Dream-Pop. Formado pelas irmãs Adams (Clementine e Valentine), o projeto chega ao segundo trabalho depois de um début que recebeu boa atenção de crítica e público, Eternal Delight (2016). A dupla tem um histórico que contribui bastante pois veio de uma família bem engajada com a música. Também fizeram shows junto com Ariel Pink e nota-se visivelmente que as irmãs são inspiradas por nomes como Beach House, Au Revoir Simone e Melody’s Echo Chamber.

Perfurmed Earth é um disco que atende os anseios de fãs que curtem paisagens sonoras convidativas onde vários sentimentos se abraçam sem preconceito: etéreo, melancólico, bucólico, nostálgico e até mesmo a euforia. “Sensing Me” abre espaço para uma guitarra marcante, “I’m Not Saying” pega carona no som retrô tendo os 60’s como guia, “Two Worlds Apart” é puro pop-rock com melodia que acerta de primeira. Outros duas faixas merecem atenção: o experimentalismo adotado pela dupla em “Delphiniums In Harmony/Two Worlds Away” com direito a um saxofone que engrandece a canção e “Ancestors Watching” que convence com o uso de texturas vocais, outra característica forte do duo. As nove faixas demonstram um projeto musical com bons indícios de que pode seguir adiante. Vamos aguardar.

:: NOTA: 6,5


NOTA DOS REDATORES:
Eduardo Juliano:
Isaac Lima:
Luciano Ferreira:

MÉDIA: 6,5


:: LEIA TAMBÉM:
GOLDEN FABLES – ALCHEMY (Full Of Joy Records, 2019)
TAMARYN – DREAMING THE DARK (2019)


:: FAIXAS:

01. How Long Is Too Long
02. Ancestors Watching
03. Sensing Me
04. I’m Not Saying
05. Delphiniums In Harmony/Two Worlds Away
06. Two Worlds Apart
07. Love In Lunacy (Saturn Return)
08. Ruinous Splendor (feat. Roy Montgomery)
09. Tragic Gloss

 


:: Mais Informações: Bandcamp/Site oficial


:: Assista ao vídeo de “Two Worlds Apart”:

Anteriores O DISCO "ESQUECIDO" DO PRIMAL SCREAM
Próximo THE RAIN (The Rain, 2018-)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.