THE ACADEMIC – Tales From The Backseat (2018)


“Muita energia e peso, mas a regularidade impede que estreia dos irlandeses brilhe o bastante”

Ahh, o espírito juvenil, o rock’n’roll pulsante, a energia de um instrumental poderoso. Sonho de muitos garotos que desejam montar uma banda. Alguns nem querem fazer sucesso, outros desejam apenas a música como um hobby. Por vezes a garagem de casa já serve como bom começo para um projeto que, quem sabe um dia, pode prosperar ou não. Muitos grupos iniciaram assim.

Talvez o quarteto irlandês de Mullingar, Academic, tenha começado dessa forma. O grupo ficou bastante conhecido por tocar em pubs da cidade e nas festas de escola. ‘Tales From The Backseat’, o LP début dos rapazes chega com muita energia. A exceção de uma ou duas canções mais calmas (a exemplo de ‘Girlfriends’), o quarteto não alivia no peso do álbum. Espere por 34 minutos de muitas guitarras ágeis, cozinha poderosa e canções que tentam fisgar o ouvinte com refrões ganchudos.

Nota-se uma produção bastante voltada para o público adolescente (isso também nas letras) e também com muitas similaridades em relação ao pop-punk.

Algumas bandas também serão lembradas logo nas primeiras faixas. Idlewild, The Kooks, The Vaccines e The Strokes (‘Television’ parece algo da turma de Julian Casablancas). Problema que o disco peca por falta de esmero e com certeza o quarteto terá que amadurecer. ‘Tales From The Backseat’ fica muito cansativo um pouco mais da metade das faixas, difícil voltar a dar repeat. Os irlandeses poderiam ter ousado e ter trabalhado com outros instrumentos a exemplo de violinos (como o próprio Idlewild já fez em alguns de seus álbuns).

Claro que o grupo será convidado para festivais, estará na mídia por algum tempo, abrirá shows para outros grupos, mas nada pode tirar o fato que o quarteto fez um álbum mais apagado do que brilhante. Vamos dar uma chance, mesmo considerando que a banda levou tanto tempo pra lançar seu álbum de estreia. A produção poderia ter sido mais caprichada.

:: INTEGRANTES:Craig Fitzgerald (vocais), Dean Gavin (bateria) e or irmãos Matt (guitarra) and Stephen Murtagh (baixo).

:: NOTA: 5,0

:::

:: FAIXAS:
01. Permanent Vacation
02. Bear Claws
03. Different
04. I Feel It Too
05. Bite My Tongue
06. Fake ID
07. Northern Boy
08. Television
09. Why Can’t We Be Friends?
10. Girlfriends

 

:::

:: Mais Informações: Facebook, Soundcloud, Twitter

:: Assista abaixo ao vídeo de ‘Bear Claws’::

Anteriores ORDEP - Ordep (2014)
Próximo Assista ao trailer de "Hereditary", assustador filme de terror

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.