MASSIVE ATTACK – Heligoland (2010)


Del Naja e Grant Marshal em foto para a resenha do álbum Heligoland, 2010

“Anos de espera e o Massive Attack lança um álbum mediano, mas interessante”

Parece que o Massive Attack, um dos pais do Trip-Hop, está se especializando em deixar seus fãs na seca por novidades, cada vez mais aumentam o hiato entre seus álbuns, cinco, sete anos. Fica-se a imaginar que seu próximo álbum talvez saia em 2020? Nem dá pra considerar o lançamento de ‘Collected’, pois trata-se de uma coletânea.

Nos sete anos que separam “Heligoland” (nome de um arquipélago alemão) de “100th Window” (2003) é evidente que a música pop passou por mudanças e com o Massive Attack, outrora um dos grupos mais incensados no Reino Unido e no mundo, não poderia ser diferente: “O mundo mudou e nós acompanhamos essas mudanças. Faz parte do crescimento, não é?”, disse Del Naja em entrevista.

Sim, é perceptível a mudança na sonoridade do grupo, hoje um duo, desde a saída de Adrian Vowles (Mushroom), após o lançamento de “Mezzanine” (1998).

“Heligoland” marca a continuidade de uma mudança prenunciada em “seu antecessor, marca também a volta da parceria mais estreita entre Del Naja (3D) e Grant Marshall (Daddy G), os remanescentes da formação original, já que “100th Window” foi praticamente um disco solo de Del Naja.

Menos denso e mais “variado” que seu antecessor, “Heligoland” amplia o leque de parcerias do Massive Attack, que além dos já conhecidos Horace Andy e Martina Topley-Bird, traz Damon Albarn (Blur), Tunde Adebimpe (Tv on the Radio), Hope Sandoval (Mazzy Star) e Guy Harvey (Elbow) nos vocais.

O álbum mostra um Massive Attack com um conjunto mais diverso tanto de canções quanto de ambientes, que vão desde o breakbeat de “Babel” até a densidade/sensualidade trip-hop de “Splitting the Atom” e “Girl I Love You”, que lembra os velhos tempos;  os experimentos eletrônicos de “Flat of the Blade”, e a beleza quase épica de “Saturday Come Slow”.

:: NOTA: 7,0

:: LEIA TAMBÉM DE LUCIANO: THE DURUTTI COLUMN – A Paean to Wilson (2010)

:::

Capa do álbum Heligoland (2010), do Massive Attack

:: FAIXAS:
01. Pray for Rain (ft. Tunde Adebimpe)
02. Babel (ft. Martina Topley-Bird)
03. Splitting the Atom (ft. Horace Andy)
04. Girl I Love You (ft. Horace Andy)
05. Psyche (ft. Martina Topley-Bird)
06. Flat of the Blade (ft. Guy Garvey)
07. Paradise Circus (ft. Hope Sandoval)
08. Rush Minute
09. Saturday Come Slow (ft. Damon Albarn)
10. Atlas Air

 

:::

:: Assista ao video oficial de “Atlas Air”:

Anteriores WILD BEASTS - Two Dancers (2009)
Próximo THE DURUTTI COLUMN – A Paean to Wilson (2010)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.