SUGAR HIGH | Love Addict


Foto da banda Sugar High

“Sugar High debuta com Love Addict, curtinho e com boas propostas para futuros trabalhos”

Nem tanto uma banda, Sugar High é um projeto musical que chega com a colaboração de dois músicos. Da Califórnia, temos a cantora norte-americana Kristina Esfandiari que já se embrenhou em muitos outros projetos e grupos entre eles Whirr, King Woman, Miserable e NGHTCRWLR. A outra parte é composta pelo músico alemão Darcy Baylis que também parece ser bem inquieto e que, igualmente, participou de outros inúmeros projetos e grupos: Wicca Phase Springs Eternal, Parv0 e Zubin.

Love Addict é o début da dupla que, digamos, resolveu não se arriscar tanto, elaborando um disco bem curto com sete faixas e praticamente limitado a vinte minutos. O álbum revela peculiaridades/características que funcionam bem e podem render outras boas canções no futuro: o dueto vocal entre Kris e Darcy (na contagiante “Alone”) e a forma que algumas faixas conquistam na primeira audição (“Losing”).

“Flowers And Pollution” vai agradar os fãs do Shoegaze, com guitarras que ganham destaque, e talvez aqui exista um dos pecados do duo, não ter dado tanta ênfase no instrumento de uma forma geral no álbum.

Sugar High acaba investindo mais na eletrônica dançante, por vezes inteligente, e com efeitos detalhistas quando se junta ao Rhythm And Blues (“Ugly”), por vezes nem tão inspirada (“Asleep”). “Love Addict” fecha o disco de forma quieta e melancólica, o que talvez não sintonize bem o ouvinte com a proposta sonora da dupla.

Há boas ideais aqui, pode-se dizer que o duo poderia até ter encaixado mais umas três músicas para dar um tempero maior ao álbum. Mas pelo currículo que os dois músicos possuem e pelo trabalho acima da regularidade que é visto nesse début, caso o projeto vingue, é de se esperar mais novidades daqui em diante. Curioso é que a dupla faz parte da Dero Arcade, gravadora que lançou Tamaryn no passado, e que hoje já galgou degraus bem maiores no cenário musical.

NOTA: 6,5

::: SUGAR HIGH NA REDE: BandcampFacebook | Instagram | Spotify  : OUÇA “ALONE” NA PLAYLIST 2020 :::


NOTA DOS REDATORES:
Eduardo Juliano:
Isaac Lima:
Luciano Ferreira:
Marcello Almeida:

MÉDIA: 6,5


LEIA TAMBÉM:
RESENHA: TAMARYN – Dreaming The Dark (2019)
RESENHA: GRAVEYARD CLUB – Goodnight Paradise (2019)


::FAIXAS:
01. Vein
02. Flowers And Pollution
03. Alone
04. Losing
05. Asleep
06. Ugly
07. Love Addict

 

 

 


:: Ouça o álbum no Spotify:


:: Assista ao videoclipe de “Ugly”:

Anteriores EOB | Earth
Próximo PARABÓLICA #11 | Moby, Mogwai, Xeresa, Tributo a The Cramps, Thurston Moore & Loveblind

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *