SHOEGAZER ALIVE #29 | Rilf, ONBC, Romenia, 旋風 e Of The Chosen


RiLF Band
RiLF

Uma semana de sons bastante suaves, wall of sound em baixa e muito Dreampop para encarar estes tempos complicados. O grande destaque é o novo EP do ONBC, banda dinamarquesa de Dreampop, que nos traz ao menos três covers estupendas. Outra banda que faz um pop sonhador é a RiLF (FOTO DE DESTAQUE), do Japão, com um amálgama sonoro que inclui influências de Shoegaze e Post-Rock. Também na rodovia dreamy caminha um grupo de nome curioso, que nomeou seu novo EP com um nome mais extravagante ainda. Estamos falando dos norte-americanos do RomEnia e seu EP chamado Borboleta. Já o 旋風, apesar do ideograma chinês, é uma banda italiana que faz Shoegaze, e dos bons. Já os americanos do Of the Chosen fazem um Noisepop meio torto, com muitas influências do Curve. Estas são as dicas da semana. Divirtam-se!

COLUNAS ANTERIORES: SHOEGAZER ALIVE


RILF | My Beloved Farewell (2020)

O Dreampop não é um estilo que se caracteriza pelas canções longas, mas são exatamente elas que predominam em My Beloved Farewell,  novo disco dos japoneses RiLF. Seis das dez músicas têm mais de seis minutos, sendo que uma tem pouco mais de onze. Nesse aspecto se aproxima do Post-Rock, mas só nesse. Os vocais etéreos/sussurrados e arranjos celestiais típicos do Dreampop estão em todas essas canções, apenas o tamanho é, digamos, extended. Altamente recomendável!


ONBC | Forty Thousand Tears (2020)

Não é segredo que o ONBC é uma das bandas prediletas da casa, com seu Dreampop belíssimo, obra de duas vocalistas maravilhosas, Tanja Simonsen e Camilla Florentz. Depois de quase dois anos de hiato a banda volta com um EP recheado de covers, com destaque para três: “A New England” (Billy Bragg), “Texarcana” (R.E.M.) e “Shadows” (Yo La Tengo). Típico caso em que o artista consegue superar as versões originais.


ROMENIA | Borboleta (2020)

Nome de banda exótico e título do EP mais extravagante ainda. Daria uma boa zoeira em redes sociais, não fosse a banda muito competente e autora de duas belíssimas canções, que logo apagam as estranhas impressões semânticas iniciais. Os vocais são do estilo das já citadas ONBC e RiLF, e os arranjos, embora minimalistas, são ultramelódicos. O EP tem duas músicas só, e o nome da outra, além de “Borboleta”, é igualmente “criativo”: “Teeterneeg”. Estaria nascendo um novo Cocteau Twins?


旋風 – 旋風 (2020)

Shoegaze ao estilo italiano é o que promete – e faz – a banda 旋風 que, apesar do nome, não é chinesa. Arranjos que remetem à My Bloody Valentine, fase Isn’t Anything, sem a mesma intensidade, mas mesmo assim deslumbrantes para os fãs do Shoegaze raiz. Gravam pelo selo Ray Rec, de Bolonha, o qual merece um bookmark, já que está constantemente lançando trabalhos excelentes de bandas do estilo.


OF THE CHOSEN | Cognitive Dissonance (2020)

Banda que vem de Miami, mas, ao contrário do que sua cidade-base faz supor, seu som não é nada ensolarado. Of the Choosen faz uma mistura de Shoegaze com Darkwave e traz vocais femininos desesperados no estilo Tony Haliday, do Curve. Baterias ritmadas justificam a tag industrial na página do Bandcamp, mas do estilo, não traz nada além disso.


 

Anteriores Fleet Foxes se fortalece no passado e explora possibilidades para o futuro
ESTA É A POSTAGEM MAIS RECENTE.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *