OS REIDS :: Barulho Lo-Fi e poesias no álbum “Deliciosamente Cru”


Foto da banda Os Reids para noticia do álbum Deliciosamente Cru

Jim e William Reid são são os nomes dos irmãos que formam o núcleo central da banda escocesa Jesus and Mary Chain, na ativa até hoje e responsáveis por terem lançado em 1985 o barulhento e icônico álbum Psychocandy.

Os Reids, espécie de homenagem à banda escocesa, é um projeto formado por três músicos da cena alternativa soteropolitana, fãs de música e em especial da música do JAMC. Rebatizados como Alisson Reid (guitarra/voz), Oreah Reid (baixo/voz) e Tony Reid (caixa e surdo), o trio toma emprestado o sobrenome dos irmãos Reid. Há várias referências à banda escocesa oitentista, e essa parece ser a intenção do grupo, que não se furta a admiti-las.

Em sua página no Bandcamp a banda sintetiza a origem: “De uma leitura no livro “The Jesus and Mary Chain: Barbed Wire Kisses” surgiu a centelha para a criação da banda”. Lá também é possível ouvir o álbum na íntegra e acompanhar as letras, geralmente com poucos versos.

+++ ESSE EU TIVE EM VINIL | PSYCHOCANDY (THE JESUS AND MARY CHAIN, 1985)

O trio lançou em novembro de 2019 o álbum devidamente intitulado Deliciosamente Cru (Brechó Discos, 2019), onde guitarras noise  se casam com poesias vertidas em letras, cortesia do poeta Tony Lopes (ou Reid), com uma produção que não se importa em soar Lo-Fi.

Gravado de forma urgente “em uma tarde cinzenta de uma Salvador fervente”, em menos de trinta minutos, o álbum traz dez petardos sonoros com muita distorção fuzz e prontos para detonar os tímpanos de ouvintes desavisados, como na cruza entre entre o barulho do JAMC e os vocais de John Lydon (Sex Pistols) de “Sad Sick and Sexy”. MAs nem só de esporro se compõe esse debut, como na pausa em forma de balada acústica na velvetiana “Prisioneiro da Solidão” ou na pseudo balada “Beijos de Arame Farpado”, título de uma coletânea do JAMC (Barbed Wire Kisses).


Capa do álbum Deliciosamente Cru, da banda Os reids

:: FAIXAS:

01. Sad, Sick and Sexy 02:59
02. Céu de Agosto 03:07
03. O Corte 01:54
04. Amar 02:21
05. Prisioneiro da Solidão 02:38
06. Beijo de Arame Farpado 02:41
07. Irmã Rarulho 03:01
08. Navalha 02:11
09. Caminhos 03:03
10. As Mãos Fechadas dos “Homens de Bem” 02:30

 


 

:: Ouça o álbum na íntegra:

Anteriores DAVID BOWIE :: Dose dupla do camaleão em 2020
Próximo CASSELS – The Perfect Ending (2019)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *