TERRAPLANA – Exílio EP (2017)


“UM PASSEIO PELO SILÊNCIO GRITANTE SOB UM CÉU CINZA”

Por trás da criação de um ambiente de envolvimento para condução a viagens interiores, a música do quarteto paranaense Terraplana, em paralelo, busca também fazer-nos em contato com o mundo exterior circundante, seja na forma do ronco do motor de um carro ou no sample de uma transmissão de um programa de rádio da BBC. É jogar com antíteses, como construir harmonias vocais delicadas e tirar-nos a atenção com distorções graves e agudas: baixo soando como uma motosserra e guitarras reverberando às alturas como num grito agonizante, um lamento.

A urbanidade está na capa, na frieza do concreto que se eleva do chão e parece querer alcançar as alturas de um céu cinzento, típico de dias chuvosos em que uns querem sair e se molhar e outros preferem apenas deitar.

“Exílio” é uma pequena coleção de recortes de sensações cotidianas com paisagens apropriadas para a reflexão, seja quando as vozes se calam e apenas os instrumentos falam ou quando as vozes falam e os instrumentos parecem querer calá-las.

Entre a melodia que atrai e o esporro que a alguns afasta, a certeza de que há uma mensagem a ser decifrada nos sussurros, soterrados em alguns momentos por uma massa sonora prestes a assumir o controle e borrar todo o encanto milimetricamente desenhado por encadeamentos de notas que reavivam lembranças e remetem a sons de outrora.

Apesar de a viagem durar apenas dezenove minutos, com o tempo em suspensão, ela pode se prolongar por horas, mesmo que isso seja algo apenas na sua mente, mas toda sensação não é única?

NOTA: 7,8

::

:: FAIXAS:
01. Intro
02. Ambedo
03. Lamento
04. Interlúdio
05. Virou Crime
06. Fall

 

 

 

 

::

:: Ouça abaixo “Exílio” na íntegra:

 

Anteriores Editors com novo álbum :: Ouça "Magazine"
Próximo The Decemberists :: novo álbum, capa e single

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *