BONECO DE NEVE | The Snowman (2017)



“Com falhas no acabamento final, filme inspirado no best seller de Jo Nesbø trabalha com traços inquietantes de suspense policial”

Baseado no livro The Snowman, do escritor norueguês Jo Nesbø, Boneco De Neve é um filme que começa despertando a atenção do espectador por vários motivos: o elenco de atores conhecidos (Michael Fassbender, Charlote Gainsbourgh, Val Kilmer e J.K. Simmons), a direção do sueco Tomas Alfredson* (Deixe Ela Entrar e O Espião Que Sabia Demais), e a trama envolvendo uma mistura de Policial e Suspense que traz muito do cinema 80’s/90’s.

A paisagem gélida de Oslo também é um convite, casa com a ambientação do cinema europeu. O cenário tomado pela neve é um bom pano de fundo para o comportamento frio de alguns personagens, a exemplo do serial killer meticuloso que ao escolher suas vítimas deixa um boneco de neve e uma mensagem escrita.

Harry Hole (Michael Fassbender) é outro personagem importante. Embora totalmente dedicado aos casos, Harry prefere a solidão, se entrega ao alcoolismo e ainda sente-se desolado pela separação da esposa Katrine (Charlote Gainsburg). Além disso, precisa se aproximar mais do filho que geralmente está distante. Em forma de flashbacks, o filme ainda acompanha a história de Gert Rafto (Val Kilmer), outro policial em constante conflito consigo mesmo, .

A trama revela que esse é um caso antigo. A narrativa se interliga entre passado e presente, apresentando outros personagens e algumas possíveis pistas sobre o assassino. A variação de personagens colabora no clima de Suspense ao deixar o espectador na dúvida e indicar que qualquer um pode ser suspeito. Pistas são entregues, porém muitas delas podem ser falsas. É nesse ponto que a narrativa encontra seu charme.

A trilha sonora, apesar de discreta, é competente e equilibrada entre peças sutilmente orquestradas e faixas ligadas a grandes nomes da música como Massive Attack e Sigur Rós. Tudo encaixado em cenas tensas ou então melancólicas. A fotografia ganha algum destaque sobretudo em cenas noturnas pela cidade, muitas vezes garantindo um tom noir a trama.

O filme tem seus lados negativos, alguns cortes são abruptos demais, tirando um pouco o clímax da trama. Certas cenas acabam soltas, não desenvolvem tanto o mistério e parecem encaixadas mais para alongar a narrativa ou para dar mais construção emocional ao personagem Harry Hole.

A cena final poderia ser melhor trabalhada, considerando que o vilão usou de todo requinte e discrição para matar sua vítimas. No final, o assassino se mostra mais estúpido do que cauteloso e inteligente. Na falta de um desfecho mais elaborado, a tensão do longa acaba frustrante quebrando o ritmo do Suspense.

O filme enfrentou uma série problemas para sua produção. Val Kilmer teve problemas com a voz, por conta do câncer de garganta; por diversas vezes a produção parou devido a alguns obstáculos externos ou de locação; o diretor alegou que o tempo de filmagem foi muito curto. Por conta desses problemas, o filme demonstra ter sofrido para ser finalizado. E, para piorar, o filme não rendeu o tanto que foi gasto, e pode até ser incluído como uma das produções menos aclamadas da carreira do diretor.

Produzido nesse estado de pressa extrema, Boneco de Neve não representa a magia da direção de Alfredson, embora não seja um desastre total. É um filme de proposta interessante, com vários aspectos que podem fisgar o espectador, embora não funcione perfeitamente como um todo. Vai agradar mais aos saudosistas do gênero Suspense/Policial, cinéfilos dos tempos de filmes alugados em locadora, bem típicos de um final de semana.

*A princípio, Martin Scorsese estava cogitado a dirigir o filme.

>>> NOTA: 6.3 <<<


NOTA DOS REDATORES:

Eduardo Juliano:
Isaac Lima:
Marcello Almeida:

MÉDIA: 6.3


LEIA TAMBÉM:

RESENHA: THE LODGE | 2019
RESENHA: MORTE ÀS SEIS DA TARDE | The Plagues of Breslau (2018)


FICHA TÉCNICA:

Gênero: Thriller Policial, Suspense
País: Reino Unido
Duração: 1h59min
Direção: Tomas Alfredson
Roteiro: Peter Straughan, Hossein Amini, Søren Sveistrup, baseado no romance de Jo Nesbø
Elenco: Michael Fassbender (Harry Hole), Rebecca Ferguson (Katrine Bratt), Chloë Sevigny (Sylvia Ottersen/Ane Pedersen), Charlotte Gainsbourg (Rakel), J.K. Simmons (Arve Stop), Val Kilmer (Rafto) e outros
Data de lançamento: 23 de Novembro de 2017 (Brasil)
Censura: 16 anos
Avaliações: IMDBRotten Tomatoes


:: Assista ao trailer:

Anteriores DREAM WIFE | So When You Gonna
Próximo SHOEGAZER ALIVE #17 | Secret Shine, Difference Engine, Resplandor, February & Blind Mr. Jones

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *