STILL CORNERS – Slow Air (2018)


“E continuamos seguindo serenamente na atmosfera sonora do Still Corners”

‘Creatures Of An Hour’ (2011) foi um belo début da dupla Still Corners. Tessa Murray e Greg Hughes criaram um disco importante tendo por base o synthpop 80’s sem se deslocar muito do que acontecia na atualidade, ficando junto com nomes que também tinham importância na época como Memoryhouse, Chromatics e Lower Dens. O álbum seguinte, ‘Strange Pleasures’ (2013), colocava o duo mais sincronizado com o dream-pop e até mesmo o shoegaze, muitos fãs começaram a dizer, inclusive, que a sonoridade consistia num encontro do synthpop com o shoegaze. Os vocais de Tessa, sintetizadores bem oportunos e o próprio flerte com os 80’s alavancaram o sucesso da dupla. Porém, o interessante na sonoridade do Still Corners é misturar o retrô com a modernidade, fazer tanto um eletrônico dançante como também partir para algo mais climático/etéreo. Nenhum desses elementos está em demasia e há sempre a busca pelo equilíbrio nos discos. Com ‘Slow Air’ não é diferente. Com uma sonoridade lembrando o Air, ‘Welcome To Slow Air’ ganha um toque retro synth; ‘Fade Out’ deixa mais os sintetizadores de lado para colocar uma linha de baixo hipnotizante; ‘Black Lagoon’ é um synthpop com cara de pista de dança, possui uma boa melodia com refrão grudento e recebe como complemento um excelente dedilhado de guitarra. Citando o instrumento, no álbum ele se faz bem presente e dá um realce a mais em faixas como ‘The Message’ e ‘Dreamlands’. A beleza do début não foi por acaso e agora o Still Corners prova que segue adiante com qualidades.

:: NOTA: 7,0

:::

:: FAIXAS:

01 – In The Middle Of The Night
02 – The Message
03 – Sad Movies
04 – Welcome To Slow Air
05 – Black Lagoon
06 – Dreamlands
07 – Whisper
08 – Fade Out
09 – The Photograph
10 – Long Goodbyes


:::

:: Mais Informações:
Bandcamp
Site oficial
Twitter

:: Assista abaixo ao vídeo de ‘Photograph’:

Anteriores MISSÃO: IMPOSSÍVEL - EFEITO FALLOUT ( Mission: Impossible - Fallout, 2018)
Próximo GHOST - Prequelle (2018)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.