Conheça Palm Haze


‘Tangy Dream’ (2017) é o EP début do Palm Haze. Em vinte e oito minutos, a banda quer mostrar que começou com fôlego. Podemos esperar mais discos no futuro ou tudo então foi uma ideia rápida que surgiu num dia de verão?

Em 2015, dois amigos brasileiros (Anna e Lucas) que estavam numa casa de praia em Ilha Bela (SP) resolveram compor uma canção. Ambos já planejavam fazer música, e dessa forma, juntaram mais duas pessoas (Marianne e Caio) e criaram o Palm Haze. Foram para Vancouver, no Canadá. Na sonoridade do quarteto, há (sobretudo) muita influência do Shoegaze, e o pouco de eletrônico presente o grupo diz ser inspirado pelo Trip-hop 90’s (considero ‘Glint’ e ‘Cloudscraper’ as canções mais próximas a esse gênero). No mais, espere por guitarras enérgicas dando um ar mais punk e visceral à canção (‘Gravitation’), em outras ocasiões o quarteto opta pela guitarra mais dedilhada, e o sintetizador é peça mais importante para criar um cenário sonoro bem climático e reflexivo (‘Higher’). Entretanto o grupo também pode seguir por um caminho onde a calmaria e o caos convivem harmoniosamente (‘It Follows’).

::FORMAÇÃO:Anna Wagner (baixo, vocais), Lucas Inacio (guitarra, vocais), Marianne Catafesta (vocais, sintetizadores)
e Caio Mendes (bateria)

::FAIXAS:
01. Glint
02. It Follows
03. Gravitation
04. Beautiful Island
05. Higher
06. Cloudscraper
07. Tangy Dream

::Mais informações:
Bandcamp
Entrevista
Facebook

:: Ouça abaixo ‘Gravitation’:

Anteriores 12 ÁLBUNS ESPERADOS DE 2018
Próximo Antes do Foals, The Edmund Fitzgerald

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.