WORK DRUGS – Flaunt The Imperfection (2017)


“Thomas & Benjamin com seu bom e discreto revival dos anos 80’s”

O duo americano da Filadélfia, Thomas Crystal e Benjamin Louisiana, respectivamente vocais/guitarra e vocais/teclado, iniciaram com indie-eletrônico-pop lo-fi, evoluindo para um indie-eletrônico-pop mais elaborado, incluindo alguns elementos do rock. A dupla fundada em 2010, tem álbuns lançados ininterruptamente desde 2011, obtendo um salto de qualidade musical com “Insurgents” e “Runaways”, de 2014. “Flaunt The Imperfection” tem a mesma proposta do seu antecessor, “Method Acting” (2016), equilibrando canções climáticas com baladinhas, ora dançantes, ora com uma pegada mais “rock’n’roll”. A faixa de abertura, “For The Year”, agrada de cara com seu clima suave/hipnótico. “Magic In the Night” com sua proposta retrô, lembra muito um hit pop transportado dos 80’s. Já “Cheap Shots” traz ainda elementos da disco music dos 70’s (atenção para a guitarra ritmada, o baixo “groovento” e as intervenções precisas de um sax) – ponto alto do álbum fechando uma sequência matadora! “Tradewinds” seria uma “irmã gêmea” da faixa anterior e “Love Higher” também é um bom momento com sua “calma beleza” acompanhada de um marcante solo de sax. É imprescindível dizer que temos aqui um álbum cheio de referências aos anos 80, sem soar datado e numa roupagem atual.

NOTA: 7,0

FAIXAS:
01 For The Year
02 Magic In The Night
03 Cheap Shots
04 Tradewinds
05 Flaunt The Imperfection
06 Midnight Emotion
07 Love Higher
08 Alternative Facts
09 Giving Up The Feeling
10 Final Bow

::Assista ao videoclip de “Cheap Shots”:

Anteriores Assista ao vídeo de "A Cidade", nova de Cícero & Albatroz
Próximo Feira Noise 2017, como foi o segundo dia do Festival

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *