OU NÃO | Ghum – The Coldest Fire


Foto da banda londrina Ghum para texto sobre The Coldest Fire

A música do quarteto londrino Ghum encontra seu lugar na mesma “prateleira” onde podemos localizar nomes como das suas conterrâneas do The Savages. Estão aqui aquele mesmo senso de urgência e intensidade, os riffs de guitarra encharcados em reverb, e linhas de baixo gordas que conectam sua música com ícones do Pós-Punk inglês como Joy DivisionSiouxsie and the Banshees, primordialmente; embora a voz quando cantada de forma mais controlada faça lembrar PJ Harvey.

The Coldest Fire (O Fogo Mais Quente), seu segundo e mais recente EP (debutaram em 2017 com um EP homônimo) é um pequeno petardo de quatro faixas que segura o ouvinte ao longo de aproximadamente dezessete minutos e quatro canções, que dividem-se de forma equânime entre um lado aceleradamente esquizofrênico e outro mais denso e cadenciado.

Em entrevista recente ao The Guardian a vocalista Laura Guerrero Lora declarou:

“Nossas músicas são sempre sobre relacionamentos e sentimentos sobre as pessoas”.

Além da vocalista, Ghum tem na formação a baixista brasileira Marina MJ, Jojo Khor (guitarra) e Vicki Butler (bateria). Dadas as qualidades da música do grupo, caímos na questãozinha básica subjacente a essa coluna: Conseguirão as garotas alcançar voos mais altos ou não?

DESTAQUES: “Get Up”, “In My Head”


LEIA TAMBÉM:

OU NÃO: Whenyoung
OU NÃO: Your Friend


Anteriores ERICKSON GRILLO – Trilhando (Frika Records, 2019)
Próximo 7 CANÇÕES COM VIOLINOS

2 COMENTÁRIOS

  1. Anônimo
    15/07/2019

    Bacana, gostei do som (não conhecia)… Acabei baixando os 2 EP’s e assisti o show linkado no texto – valeu pela dica!

  2. 16/07/2019

    Que bom que gostou! Há muitas boas bandas a serem descobertas, inclusive nacionais. Acho que essas “meninas” fazem um som interessante, apesar das referências bem evidentes.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *