WILD BEASTS – Smother (2011)


‘Albatross’, a primeira canção do novo álbum do Wild Beasts a circular pela rede, já prenunciava o que estava por vir no novo álbum desses ingleses que conquistaram corações com “Two Dancers”, um dos melhores álbuns de 2010. “Smother” é o terceiro álbum do grupo e segue por u25m traçado próprio, à parte dos dois álbuns anteriores do grupo. Analisando o crescimento da popularidade do Wild Beasts com “Two Dancers”, seria um tanto óbvio que tentassem repetir a fórmula de canções como ‘The Fun Powder Plot’ ou ‘We Still Got the Taste Dancin’ on Our Tongues’, mas Hayden Thorpe e seus amigos preferem construir um álbum que quase pode ser considerado a antítese de seu antecessor. Enquanto lá as canções pareciam ser construídas a partir de fragmentos, aqui elas tomam uma melodia inicial como ponto de partida, a urgência dos riffs e vocais desesperados dão lugar a andamentos mais lentos, melodias ao piano e um cantar quase sussurado, bem distante das também das peripécias vocais (que era um dos charmes) do seu álbum de estréia. Isso dá a “Smother” sentido de homogeneidade maior, com poucas oscilações ao longo do percurso, uma densidade que pode causar certa estranheza e até decepção àqueles que se acostumaram com “o passeio divertido e cheio de surpresas” que foi “Two Dancers”. Fica a pergunta: estariam as “bestas selvagens” domesticadas?

FAIXAS:
01 Lion’s Share
02 Bed Of Nails
03 Deeper
04 Loop The Loop
05 Plaything
06 Invisible
07 Albatross
08 Reach A Bit Further
09 Burning
10 End Come Too Soon

Anteriores PJ HARVEY – Let England Shake (2011)
Próximo THE HORRORS – Skying (2011)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.