ANEMONE – Beat My Distance (2019)


“Pop ensolarado e psicodélico de Beat My Distance não é perfeito mas convence”

Chloé Soldevila faz parte daquelas mulheres que nascem em família de artistas, estudam em faculdade de Artes e claro, aprendem algum instrumento desde novas e, dessa forma, acabam indo para a música. A canadense, que começou como fotógrafa, acabou conhecendo algumas bandas durante suas sessões de fotos, o que lhe acabou motivando a fazer música. Começou a cantar sozinha, entretanto depois sentiu a necessidade de convidar outros músicos para dar mais forma de banda a suas ideias, criando assim o Anemone.

Apesar da voz de Chloè soar semelhante a Laetitia Sadier e algumas canções até lembrarem um pouco o Stereolab como a faixa “Vanilla (Here We Go Again)”, a sonoridade do seu projeto está menos para a eletrônica e se aprofunda mais no pop psicodélico californiano 60’s.

Tanto guitarras dedilhadas como sintetizadores melódicos convivem harmoniosamente e criam canções ensolaradas a exemplo de “Sunshine (Back To Start)”. “Beat My Distance” acaba soando repetitivo, faltou a Chloé explorar um pouco mais outros gêneros e dar um retoque mais rebuscado aos arranjos de algumas faixas. Para o próximo disco, quem sabe?

:: NOTA: 6,0
__________________________
NOTA DOS REDATORES:
Eduardo Juliano:
Isaac Lima:
Luciano Ferreira:

MÉDIA: 6,0
__________________________

:: LEIA TAMBÉM DE EDUARDO SALVALAIO: BARCAMUNDI – DISCO ADULTO (2019)

:::

:: FAIXAS:
01. On Your Own
02. Daffodils
03. Memory Lane
04. Sunshine (Back To Start)
05. Vanilla (Here We Go Again)
06. She’s The One
07. Segue
08. Endless Dive
09. Only You

 


:::

:: Mais Informações: Bandcamp | Facebook

:::

:: Assista ao vídeo oficial de ‘Endless Dive’:

Anteriores BARCAMUNDI – Disco Adulto (2019)
Próximo A ESPOSA (The Wife, 2017)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.