ONRUSH (Onrush, 2018)


“Um passeio automobilístico veloz e brutal tendo como retrovisor os bons jogos da era dos arcades”

No universo dos jogos um fato é quase irrefutável: a inglesa Codemasters é uma das melhores empresas quando se trata do gênero corrida/simulação de automobilismo. A empresa que começou no ramo dos jogos com lançamentos em vários gêneros, com o tempo acabou descobrindo que era nas corridas que seus jogos vendiam mais, e dessa forma criou grandes nomes até hoje consagrados como ‘Dirt’, ‘Grid’ e ‘Fórmula 1’. A dedicação da Codemasters para com esse gênero fez dela uma referência para os jogadores que sempre aguardam, ansiosos, novos e grandiosos lançamentos. Não é a toa que ‘Onrush’ teve uma boa divulgação. O problema maior é que o jogo iria sair no meio de grandes lançamentos (num ano muito prolífero nesse aspecto) e não viria numa preço acessível (o jogador geralmente está reservando seu dinheiro para outro grande título por sair). Acabou que o jogo não teve tanta saída, até saiu gratuito na PSN Plus, seis meses após o lançamento.

“Onrush” é bem colorido, cheio de informações na tela, a princípio os menus podem parecer complicados, mas é um tempo de investigação para tudo ficar compreendido. Claro que optaram por algo jovem, descontraído e apelativo visualmente. Personagens com inúmeras roupas extravagantes e com suas danças divertidas para comemorar as vitórias e os carros não ficam por menos, com carrocerias e detalhes bem espalhafatosos. Vale lembrar que você não tem upgrades para os veículos como melhorias de motor e pneus, as mudanças são apenas visuais, entretanto cada veículo tem suas características e habilidades especiais que, dependendo do modo de jogo, pode ser útil ou não. Então é importante a escolha do jogador antes da corrida, apesar de que, para alguns eventos, o jogo não te dá uma escolha, tal carro ou moto será obrigatório para a partida.

As corridas são bem dinâmicas e brutais. Carros capotando, se colidindo com obstáculos, veículos tentando te empurrar para fora das pistas, que são bem abertas e cheias de detalhes. Ganhe turbo, tente encostar no seu oponente. Após ganhar muito turbo, uma barra se enche e é ativado o ‘Rush’ onde seu carro ganha uma velocidade descomunal e torna-se imbatível, demolidor e impiedoso.

O jogo pega ideias do passado, não há como negar. ‘Burnout Paradise’ (2008), ‘Split/Second’ (2010) e ‘Motorstorm Apocalypse’ (2011) podem ter servido para a criação de ‘Onrush’. Um pouco de cada, mas o fato é que o jogo da Codemasters chega numa época onde o online torna-se mais necessário, onde realmente as partidas podem esquentar mais. Infelizmente nesse ponto a empresa deixa a desejar. Constantes quedas de conexão podem atrapalhar seu progresso. Você pode ser interrompido no meio de um torneio e perder pontos e desafios preciosos que havia alcançado. Você é praticamente resetado, precisa jogar novamente o torneio uma vez que o jogo não te dá a opção de seguir offline se desconectado. Erro imperdoável.

Retirando o erro do online (que pode ser reparado no futuro, quem sabe), o jogo oferece muita emoção. Os diversos modos, a velocidade e as derrapadas, a lembrança com os descolados jogos de arcade, a sensação de que não precisa ser excelente motorista para se dar bem e a chance de ganhar nos últimos segundos abatendo um oponente garantem um dos melhores jogos do gênero em 2018. Para os caçadores de troféus/conquistas, os eventos proporcionam desafios, alguns tomarão um bom tempo do jogador. Outro problema reside nesse aspecto. Considerei que alguns desafios foram baseados muitos na sorte, o que acaba tirando o fator habilidade do jogador e ocasiona alguns restarts.

É um jogo que foca na diversão do jogador. Rápido e com o visual extrapolado, faz você reunir os amigos e passar boas tardes com carros velozes e batidas brutais. Nada mais que isso. Talvez essa franquia nem tenha o mesmo peso de um “Dirt” e até mesmo a Codemasters nem leve adiante, mas causa aquele impacto de quem gosta de jogos ágeis de carro e que teve um passado regado aos jogos de arcade.

::NOTA: 7,8

:::

::FICHA TÉCNICA:

Desenvolvedora: Codemasters
Publicado por: Deep Silver
Gêneros: Corrida, Off-road
Duração: 20 a 25 horas
Classificação: 10 anos
Preço: R$ 229,00 (está gratuito neste mês de Dezembro para quem é assinante Plus)
Plataforma: PS4, Xbox One
Lançamento: 5 de junho de 2018
Mais Informações: Onrush

:::

:: Assista ao trailer abaixo:

Anteriores PANDA BEAR :: Assista o videoclipe de "Dolphin"
Próximo NEW ORDER :: Primeiro álbum da banda ganha edição de luxo

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.