Shirley Manson | Novo do Garbage, álbum de estreia, Chris Cornell, Idles e mais


Shirley Manson, Garbage

Em agosto de 1995, há 25 anos atrás, o Garbage, projeto encabeçado por três produtores: Steve Marker, Duke Erikson, e o então requisitadíssimo Butch Vig (Nirvana, Hole, L7, Sonic Youth), soltava seu homônimo álbum de estreia.

Lançado numa época Pós-Grunge e que havia uma espécie de vácuo no mundo da música, o álbum atraiu a atenção de público e crítica, que também se encantou com a voz e as performances poderosas da vocalista escocesa Shirley Manson, descoberta  por Vig através de um clip veiculado na MTV de sua então banda Angelfish.

Em entrevista recente à Spin Magazine, Manson, que mantém o podcast The Jump With Shirley Manson, falou sobre o novo álbum da banda – ainda sem data precisa para lançamento -, cujas gravações terminaram dias antes do lockdown, estando em processo de mixagem. A vocalista comentou que o disco trará referências de Roxy Music:

“Certamente é um álbum com um som diferente dos nosso dois anteriores. Tem muitas guitarras, muitas melodias e ganchos. É mais pop do que o último álbum. Fomos muito inspirados pelo pop estranho e subversivo da Roxy Music – que foi uma espécie de musa inspiradora. Não que soe como Roxy Music, mas isso foi definitivamente algo em que pensamos muito”.

Manson falou também bastante sobre Garbage (1995), o álbum de estreia, trazendo curiosidades como a letra de “Supervixen” ser uma ode a Chris Cornell (1964-2017), do Soundgarden, por quem tinha uma espécie de obsessão; a escolha de “Vow” para ser o single de estreia da banda; como “Milk surgiu com ela tocando violão sozinha e ficou pronta em algumas horas; além das dificuldades para se adaptar à rotina da banda, falta de grana, e do processo de criação.

Perguntada sobre bandas favoritas da atualidade, ela disse que sua atual obsessão é a banda britânica Idles, rasgando elogios ao vocalista Joe Talbot.

O álbum de estreia do Garbage entra tranquilo na lista de melhores da década de noventa, traz canções que se tornaram hit como “Stupid Girl”, “Only Happen When It Rains” e “Vow”, além da bela balada “Milk”.

FONTE: spin.com

TAMBÉM PODE INTERESSAR:

Assista ‘No Horses’, nova do Garbage e acompanhe a tradução

Anteriores Moscoman e a eletrônica que se interliga com os 80's e a atualidade
Próximo Selo Nada Nada Discos reedita registros do Punk e Pós-Punk nacional

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *