JENNY LEWIS – On The Line (2019)


Foto de Jenny Lewis para resenha do álbum "On the Line"

“On The Line assegura Jenny Lewis como uma das cantoras mais talentosas da atualidade”

Jenny Lewis é uma das grandes cantoras do folk/country da atualidade. Chegou a receber comparações com grandes artistas do passado como Emmylou Harris e Dolly Parton. A artista liderou a banda Rilo Kiley nos 90’s e no início da década de 2000. Sentindo vontade de seguir em carreira solo e com a participação da Watson Twins, a cantora criou um dos discos mais comentados da década passada, o début ‘Rabbit Fur Coat’ (2006).

Se desde o início de sua carreira Lewis já buscava arriscar outros gêneros, foi com o trabalho anterior, ‘The Voyager’ (2014), que a ideia foi ganhando força. ‘On The Line’ dá continuidade com faixas que arriscam mais. Com contribuições importantes de Don Was e Ringo Starr (tocando bateria na faixa ‘Heads Gonna Roll’), tendo na produção nomes como Beck, o novo trabalho mostra um som bem polido e pontuado por arranjos e diversos instrumentos: piano, glokenspiel, violinos e sintetizadores.

O disco tem seus momentos melancólicos e intimistas (‘Dogwood’, ‘Taffy’), da mesma forma tem faixas mais alegres e que certamente arrancarão coro da plateia nos shows da cantora (‘Do Si Do’, ‘Party Clown’). Tanto no country que a consagrou (‘Hollywood Lawn’) como assumindo uma postura mais rock (‘Little White Dove’ com uma grandiosa linha de baixo), Jenny Lewis mostra sua versatilidade e continua com fôlego para ainda ser considerada uma das cantoras mais lembradas desses tempos.

NOTA: 7,6


NOTA DOS REDATORES:
Eduardo Juliano:
Isaac Lima:
Luciano Ferreira:

MÉDIA: 7,6


::LEIA TAMBÉM DE EDUARDO SALVALAIO: EMA STONED – PHENOMENA (2019)


Capa do álbum "On the Line", de Jenny Lewis

::FAIXAS:
01. Heads Gonna Roll
02. Wasted Youth
03. Red Bull & Hennessy
04. Hollywood Lawn
05. Do Si Do
06. Dogwood
07. Party Clown
08. Little White Dove
09. Taffy
10. On The Line
11. Rabbit Hole
::


::Mais Informações: Facebook|Site oficial


::Ouça ‘Red Bull & Hennessy’:

Anteriores DUMBO (Dumbo, 2019)
Próximo PIROSHKA - Brickbat (2019)

2 COMENTÁRIOS

  1. Ângelo Fernandes
    Ângelo Fernandes
    08/04/2019
    Responder

    O country em seu estado mais puro é um estilo que particularmente não me agrada, mas como é trabalhado aqui, com elementos do folk, rock e até do pop (vide a belíssima “Do Si Do, entre outras), tem grande mérito e merece uma atenção especial. Resenha acertada num universo onde poucos artistas do gênero (country music) costumam se arriscar.

  2. Avatar
    Eduardo Salvalaio
    10/05/2019
    Responder

    Acho que Jenny Lewis faz justamente isso que você disse bem, Ângelo. Poderia até complementar minha resenha com seu pensamento. Fazer um country mais abrangente e aberto para outras sonoridades, assim como deixar tudo menos sisudo. ‘Do Si Do’ é uma das minhas preferidas do disco e até de 2019.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.