DEAF KIDS – Metaprogramação (2019)



“A desorientação como meta de programação”

As ruminações entediantes sobre a ausência de novidade, originalidade e o escambau, dos novos e velhos conjuntos musicais ou artistas a solo, seja do norte do Alasca ou do sul da Groelândia, poderiam direcionar vasta multidão a experiências marcantes numa sessão de audição desse Metaprogramação.

A suposição não se concretiza, é árdua tarefa de tentar traduzir ou encontrar significados nas imbricadas criações musicais que se desapegam de construções alicerçadas em paradigmas pré-estabelecidos, e aqueles que seguem nos seus lamuriantes discursos ad aeternum desejam associações confortáveis, um ponto de apoio, apesar da “busca” infame pelo dito novo, mas paradoxalmente dentro de parâmetros, substantivo que o Deaf Kids declara propositadamente ausente desde “Vox Dei”.

Quem em algum momento da efêmera existência esbarrou no Psalm 69, do Ministry, e sentiu-se em casa, poderá ficar confortável aqui. Entre momentos de abstrações, batidas tribais alucinantes, e outros que carregam no peso,

a experiência de Metaprogramação é no mínimo inesquecível, suplanta a própria música, conduz por longas ruas mal iluminadas tomadas por barulhos intensos e incômodos, onde impera o caos e a desorientação, onde a tensão reina desde os primeiros barulhos.

Poucos conseguem chegar até o fim dessa jornada de quarenta minutos, e não há problema em desistir, cada um conhece seus limites. Deaf Kids busca atingir o ápice, adentram nesse universo aparentemente desordenado e induzem à perdição momentânea, num frenesi hipnótico repleto de delírios e sonhos alucinantes.

Eles não se perdem, seguem em coesão. Olhares atônitos podem ser capturados enquanto ecoam os últimos resquícios de barulho de “A Experiência Holotrópica”, e nos questionamos absortos o que de fato aconteceu.

NOTA: 8,2


NOTA DOS REDATORES:

EDUARDO SALVALAIO: –
ISAAC LIMA: –
EDUARDO JULIANO: –
MÉDIA: 7,8


LEIA TAMBÉM:

ESSE EU TIVE EM VINIL: | O ÁPICE (Vzyadoq Moe, 1988)
LANÇAMENTOS| | RAKTA – Falha Comum (2019)


:: FAIXAS:
01. Vox Dei
02. Alucinações De Comando
03. Pacto De Máscaras
04. Mente Bicameral
05. Estímulos Alucinatórios Verbauditivos I
06. Templo Do Caos
07. Espirais Da Loucura I
08. Raíz Negativa (Não-Vontade)
09 Camisa De Força (Inferno Ou Sem Saída?)
10. Vírus Da Imagem Do Ser
11. Estímulos Alucinatórios Verbauditivos II
12. Espirais Da Loucura II
13. A Experiência Holotrópica


:: Ouça o álbum na íntegra:


:: Assista ao videoclipe de “Espirais da Loucura”:

Anteriores CRUEL WORLD FESTIVAL :: Lineup recheado de bandas oitentistas
Próximo FONTAINES D.C. - Dogrel (2019)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *