GRAND SALVO – Sea Glass (2018)


grand-salvo-paddy-mann

“Grand Salvo se inspira em nomes do passado para construir um folk moderno e rejuvenescido em Sea Glass”

Considerado como um dos grandes nomes da nova geração folk, sobretudo na Austrália, Grand Salvo é o projeto musical de Paddy Mann (em atividade desde 2000). “Sea Glass” é o sétimo trabalho do músico. A inspiração pode ter vindo de vários artistas e de diferentes épocas. Carregando influências de Bob Dylan, The Band e The Byrds, Grand Salvo faz parte daqueles novos artistas que vieram com a proposta de fazer um folk mais revigorado e encorpado, típico de nomes importantes como Bon Iver e Fleet Foxes. Durante a audição, muitas vezes Sufjan Stevens pode vir na mente do ouvinte, sobretudo em faixas como “All Those Stars”, que vai se engrandecendo e ganhando tons épicos com uma bela linha instrumental. “Strange Days” revela um lado mais clássico/orquestrado do músico com direito a violinos solenes. “In The Water” ganha força ao receber lindos vocais femininos, numa das canções mais grudentas do álbum (e dessa vez parece que estamos escutando algo de Leonard Cohen). Esse é um álbum longo, apesar de possuir apenas nove faixas. Precisa ser ouvido com atenção, o ouvinte deve se ligar a cada detalhe e a cada camada de instrumentos. “Sea Glass” é mais uma obra de um artista que enaltece ainda mais a música que sai Austrália para o mundo.

:: NOTA: 7,4

__________________________

NOTA DOS REDATORES:
Eduardo Juliano: –
Isaac Lima: –
Luciano Ferreira: –

MÉDIA: 7,4
__________________________

:: LEIA TAMBÉM DE EDUARDO SALVALAIO: THE GOOD, THE BAD AND THE QUEEN – MERRIE LAND (2018)

:::

capa sea glass de frand salvo

:: FAIXAS:
01. A Flux Of Moments
02. All Those Stars
03. In The Shade
04. Strange Days
05. The Unquiet Tide
06. In The Water
07. The Black Coast
08. Field Of Flowers
09. Standing On The Sea

 

 

:::

:: Mais Informações:
Facebook
Site oficial

:::

:: Ouça abaixo a faixa “In The Water”:

Anteriores RYAN ADAMS :: "Big Colors" e mais dois álbuns em 2019
Próximo ROMA (Roma, 2018)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *