THE HORRORS – Primary Colours (2009)


“The Horrors expande sua sonoridade em segundo álbum e acerta”

Lá se vão dois anos desde que os britânicos do The Horrors apresentaram seu rock de garagem sujo e com toques de psychobilly e punk-rock em “Strange House” (2007). Em Primary Colours a banda já começa surpreendendo com uma falsa introdução com toques eletrônicos em “Mirror’s Image”, para logo se transformar numa canção de sonoridade disforme, com guitarras desafinadas, sampleadas e baixão poderoso a conduzir o ritmo. Com “Three Decades”, a canção seguinte, vem a confirmação de que entre o álbum de estreia e esse segundo há uma distância bem grande, musicalmente falando. Seriam as mãos de Geoff Barrow (Portishead) direcionando o som do grupo?

Qualquer que seja a resposta o resultado é saudável, leva a música da banda para dar um passeio por diversas vertentes musicais, desde o krautrock, passando pelo pós-punk e shoegaze e reencontrando rapidamente a sonoridade de seu álbum anterior.

“Sea Within A Sea” foi a primeira canção a ser divulgada, sendo liberada para download pela própria banda, e é um exemplo do elemento kraut na sonoridade do grupo, tem quase oito minutos e não soa em nada o que se poderia chamar de hit em potencia. Se há alguma canção que assim poderíamos descrever seria “Scarlet Fields”, com sua linha de baixo a la Pixies e guitarras com efeito tremolo. Destacam-se “Primary Colours”, a canção, onde somos surpreendidos com uma sonoridade que remete automaticamente aos escoceses do Lowlife só que com guitarras mais barulhentas e a interessante “Who Can Say”.

Quem gostou da banda pela sonoridade de seu debut pode até olhar atravessado pra “Primary Colours”, que se não é tão coeso quanto o anterior, arrisca seguir por caminhos diversos, e apesar dos perigos que se corre com atitudes como esta, o The Horrors mais acerta do que erra.

:: NOTA: 8,3

>>> LEIA TAMBÉM DE LUCIANO: SILVERSUN PICKUPS – Swoon (2009) <<<

:::

capa do álbum primary colors da banda inglesa the horrors

:: FAIXAS:

01.Mirror’s Image
02.Three Decades
03.Who Can Say
04.Do You Remember
05.New Ice Age
06.Scarlet Fields
07.I Only Think Of You
08.I Can’t Control Myself
09.Primary Colours
10. Sea Within A Sea

 

:::

:: Assista ao videoclipe de “Sea Within A Sea”:

Anteriores MÁRTIRES (Martyrs, 2008)
Próximo THE POLICE – Zenyattà Mondatta (1980)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.