SHOEGAZER WORLD #18 | Panda Riot, The Prids & mais


shoegazer world 18

Veteranos saem da toca e voltam à cena com nova energia

As bandas do primeiro escalão do Shoegaze voltaram à ativa há anos e mantém-se no circuito, mesmo que o seu som não tenha a mesma potência de outrora (casos do Ride, Slowdive e Swervedriver). Muitas bandas que vieram depois, mesmo com um começo promissor, perderam o fôlego e ficaram pelo caminho. Outras, mesmo com um grande hiato de tempo entre um disco e outro, acabam permanecendo na cena e, quando voltam, dão um gás novo em suas carreiras. É o caso do Young Prisms, já citado em colunas anteriores, e também do Panda Riot e do The Prids, com trabalhos novos ou já rolando ou com previsão de lançamentos.


Panda Riot – Extra Cosmic (2022)

Exatos cinco anos e um dia após lançar seu último trabalho, Infinity Maps, os norte-americanos do Panda Riot apresentarão ao mundo seu disco mais recente, Extra Cosmic. Isso no próximo dia 10 de junho! A única música deste disco que disponibilizaram em sua página do Bandcamp, “E.S.P.”, sugere um som bem mais simples do que aquele que caracteriza a banda – que chegou a ser comparada por alguns com o My Bloody Valentine pelos seus arranjos de guitarra incomuns. Lembra o Lush de seus últimos discos, um Guitar-Pop bastante inspirado. Vamos aguardar para ouvir o restante. Mas a banda merece respeito pelo que já fez.

>> Mais em: http://www.pandariot.com/


The Prids – Small Amounts / Liar of my Dreams (2022)

Banda norte-americana baseada em Oregon, tem um pé no Pós-Punk e outro no Shoegaze. Em 7 de abril lançou seu novo EP, Small Amounts / Liar of my Dreams, após mais de quatro anos sem apresentar qualquer trabalho novo. Como a maioria das bandas veteranas do gênero que estão voltando a gravar, mantém as características que a tornaram conhecida. Portanto, um disco recomendável.

>> Mais em: http://www.theprids.com/


Stomp Talk Moldstone – Mew (2022)

E os japoneses do Stomp Talk Moldstone não param. E desta vez não lançam um single ou um EP de três ou quatro músicas. Mew, que surgiu no dia 8 de abril na página da banda no Bandcamp, tem nada menos de 20 músicas, todas embebidas de Shoegaze clássico, com muita distorção, efeitos de guitarra e vozes celestiais. A banda faz questão de enfatizar que neste trabalho participam quatro vocalistas. Entre eles, Eriko, conhecido pelo seu trabalho em outra importante banda Shoegaze japonesa, o Plant Cell. Um disco sensacional!

>> Mais em: https://www.facebook.com/STOMPTALKMODSTONE/


93MillionMilesFromTheSun – Why Do We Fall Apart (Demos) (2022)

Pouco se pode dizer desta que é uma das mais importantes bandas Shoegaze da atualidade. Talvez que as demos soem melhor do que os trabalhos finalizados de muita banda por aí. E não falamos apenas do cenário Shoegaze. Impressionante a qualidade e profissionalismo destes shoegazers de Doncaster, Reino Unido. Mesmo sendo demos de um álbum lançado recentemente, vale muito a pena ouvir.

>> Mais em: https://www.facebook.com/93MillionMilesFromTheSun


The Rainy Afternoons – Diary of a Lazy Gardener (2022)

Os texanos do The Rainy Afternoons tem um catálogo extenso, que começa em 2013 – pelo menos o publicado no Bandcamp. É uma banda eclética, que começou fazendo um noise pop tradicional, enveredou pelo Shoegaze e neste mais recente trabalho apresenta o que pode ser chamada uma Psicodelia Lo-Fi. O trabalho é bacana, e é bom conferir seus trabalhos anteriores também.

>> Mais em: https://therainyafternoons.bandcamp.com/album/diary-of-a-lazy-gardener


 

Anteriores O bootleg do Echo que virou obsessão nos anos 80; Ouça
Próximo Entrevista Anum Preto

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *