CONSTANT SMILES – John Waters (Cold Moon Records, 2019)



“Álbum para saciar a sede dos nostálgicos anos 70 e 80”

O americano Ben Jones, músico por trás do projeto Constant Smiles, realmente parece ser fã não só de música, como de cinema. O disco de 2012 tinha como título Isabella Rosselini (homenagem a grande atriz francesa) e o mais recente trabalho vem com o nome do cineasta cult americano John Waters. Em relação a sonoridade, Constant Smiles abraça de tudo um pouco: Synthwave em “A New Opening (The Deep)”, New Waveoitentista liderada por sintetizadores em “Five Feet And A Hammer”, e parte do pós-punk iniciado tão bem pelo Joy Division e seus seguidores lá no final dos 70’s em “In And Out Of Worlds”. Uma proposta que acaba fundindo várias paisagens climáticas, do dançante ao mais sombrio. O início de “Landing On A Star” traz ecos de Kraftwerk, o que também pode ter sido uma forte influência para Jones.

NOTA: 7,3


NOTA DOS REDATORES:
Eduardo Juliano:
Isaac Lima:
Luciano Ferreira:

MÉDIA: 7,3


::LEIA TAMBÉM:
COLD SHOWERS – MOTIONLESS (2019)
YOUNG HUNTING – TRUE BELIEVERS (2019)


::FAIXAS:
01. Space In Your Eyes
02. Endless Water
03. Five Feet And A Hammer
04. The Vacant Eyes Of The Future
05. A New Opening (The Deep)
06. In And Out Of Worlds
07. Surfaces
08. Landing On A Star
09. Restlessness (I Don’t Sleep Well)
10. In My Room

 

 


:: Mais Informações: Bandcamp/Site oficial


:: Ouça o álbum na íntegra:

Anteriores EPIC45 - Sun Memory (Wayside & Woodland, 2019)
Próximo THE LADLES – The Line (2019)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.