DJANGO DJANGO – Marble Skies (2018)


“Quarteto inglês chega ao terceiro trabalho continuando sua sonoridade dançante e divertida”

Com seis anos de carreira, o quarteto inglês Django Django chega ao seu terceiro trabalho. Para alguns ouvintes, prova de fogo para muitas bandas. E é geralmente nesta fase que muitos grupos pensam em mudar a sonoridade ou fazer algo mais atípico ou fora do padrão de suas características. Em ‘Marble Skies’, o grupo continua com sua faceta inspirada na indie electronic, abraça com vontade o legado musical eletrônico inspirado em Kraftwerk e na New Wave, em ‘In Your Beat’, sobretudo, e segue sendo comparado a grandes nomes da cena musical como Chairlift e Hot Chip. Nada de novo, muito menos original, contudo o trabalho mais recente entrega dez faixas divertidas e apropriadas para os ouvintes fãs do gênero e das bandas citadas anteriormente. A abertura com ‘Marble Skies’ revela que esse é um disco dançante e que não perde o fôlego. Com participação de Rebecca Taylor, do Slow Club (atualmente com um projeto solo chamado Self Esteem), a levada com suingue de ‘Surface To Air’ dá um charme a mais para o álbum. Há espaços para a psicodelia e a forte aproximação com os 60’s em faixas como ‘Champagne’ e ‘Further’. ‘Fountains’ fecha o disco mostrando um lado mais experimental da banda e explorando ritmos latinos.

:: NOTA: 7,0

:::

:: FAIXAS:
01 – Marble Skies
02 – Surface to Air (feat. Self Esteem)
03 – Champagne
04 – Tic Tac Toe
05 – Further
06 – Sundials
07 – Beam Me Up
08 – In Your Beat
09 – Real Gone
10 – Fountains

 

:::

:: Mais Informações:
Allmusic
Facebook Site oficial
Twitter

:: Assista ao vídeo oficial de ‘Tic Tac Toe’:

Anteriores Firefriend :: Novo álbum e clip de "Hello From The Children Of Planet Earth"
Próximo Ladytron retorna após sete anos com "The Animals"

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.