‘A Arte de Amar’ é baseado na história de uma médica que lutou para publicar um livro transformador



A Arte de Amar é um filme biográfico polonês dirigido por Maria Sadowska, escrito por Krzysztof Rak e traz no elenco Magdalena Boczarska, Piotr Adamczyk, Artur Barcis e Justyna Wasilewska. A obra narra a vida real de Michalina Wislocka que luta contra a censura da década de 70 para conseguir publicar um livro que aborda a sexualidade com um olhar para o feminino.

O regime comunista e as imposições da igreja surgem latentes no filme que, mesmo narrando uma história do século passado, carrega uma produção desnuda sobre como a repressão sexual é impactante à afirmação da mulher na sociedade patriarcal.

Magdalena Boczarska é Michalina, médica ginecologista, pesquisadora e sexóloga, uma mulher à frente do seu tempo. Autora do livro homônimo do filme, viveu uma vida fora dos padrões e se dedicou a disseminar às mulheres a importância de se realizarem sexualmente. Seu livro, publicado em 1976, tornou-se o primeiro guia sexual advindo de um país comunista e se tornou um best-seller no mundo inteiro.

Piotr Adamczyk interpreta Stach, o marido da médica. Após os primeiros anos de casados, ela o convence a trazer sua amiga Wanda (Justyna Wasilewska) e passam a viver em um triângulo amoroso.

A tônica do filme é mostrar a convicção firme da médica ao tentar de todas as formas publicar o livro baseado em suas experiências pessoais no qual ensina sobre o corpo feminino e os prazeres sexuais.

Fala sobre clitóris, masturbação, orgasmo e sugere diferentes posições sexuais, enfim, um livro que mudou a vida de milhares de mulheres polonesas e, por consequência, dos homens também. É possível refletir quantos passos adiante o mundo deixaria de dar se não existissem, ao longo da história, seres iluminados que levantaram suas bandeiras e, com muita coragem, determinação e persistência, lutaram por seus ideais.

A direção conduz a história de forma criativa ao trabalhar o tempo, com idas e vindas à época da publicação do livro e na vida pessoal de Michalina. A fotografia é belíssima e a transição da paleta em tons pastéis para cores mais alegres é bastante inteligente para denotar a “evolução sexual” da protagonista.

A Arte de Amar nos faz admirar a coragem dessa mulher que, apesar de ter passado por momentos difíceis, se permitiu experimentar novas possibilidades de viver. Ao mesmo tempo em que é assustador perceber que alguns tabus daquela época permanecem atuais, mesmo tendo se passado aproximadamente meio século. Uma história fantástica de uma heroína anônima, que merece ser vista e reconhecida por todos. É uma ode à liberdade e ao amor! ASSISTA

GALERIA:

COLUNAS ANTERIORES:

‘A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata’ é um drama singelo e carismático
‘A Vida Secreta das Abelhas’ | Um prisma feminino sobre questões raciais nos EUA nos 60’s


FICHA TÉCNICA:

Título Original | Ano: Sztuka Kochania. Historia Michaliny Wislockiej | 2017
Gênero: Biografia, Comédia, Drama
País: Polonia
Duração: 2h01min
Direção: Maria Sadowska
Roteiro: Krzysztof Rak
Elenco:  Danuta Stenka, Tomasz Kot, Magdalena Boczarska, Piotr Adamczyk, Karolina Gruszka, Borys Szyc e outros.
Data de Lançamento: 27 de janeiro de 2017
Censura: 16 anos
Avaliações: IMDB | Rotten Tomatoes

 

 


TRAILER DO FILME:

 

Anteriores Airiel surge melódico e atmosférico no single "Bloom" :: OUÇA
Próximo "Be a Rebel" é o novo single do New Order :: OUÇA

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *