Posts in tag

Post-rock


DREAMEND – Dreamend (2018)

Read More

TAPE DECK MOUNTAIN – Echo Chamber Blues

Read More

TERRAPLANA – Exílio EP (2017)

Read More

Dono de gravadora e seu projeto musical trazem um apanhado de canções baseadas sobretudo no shoegaze. O músico por trás do Dreamend é Rick Graveface. Outro inquieto no mundo da música. Participou de bandas como Black Moth Super Rainbow, além de ser proprietário de uma gravadora (Graveface Records). Dentro de sua gravadora, Rick produziu nomes …

0 27

O Tape Deck Mountain chega aos dez anos de carreira com a pergunta: Será que o novo trabalho pode levá-los mais adiante? Os americanos começaram em 2008, apesar disso possuem na bagagem apenas dois discos: ‘Ghost’ (2009) e ‘Sway’ (2013). O fato mais curioso é que a banda se mudou de San Diego para Nashville …

0 15

“UM PASSEIO PELO SILÊNCIO GRITANTE SOB UM CÉU CINZA” Por trás da criação de um ambiente de envolvimento para condução a viagens interiores, a música do quarteto paranaense Terraplana, em paralelo, busca também fazer-nos em contato com o mundo exterior circundante, seja na forma do ronco do motor de um carro ou no sample de …

0 110

‘Plastic Flowers elabora um som que pega muitos outros gêneros emprestados, mas que de uma forma geral convence em melodias marcantes’. George Samaras é o alter-ego por trás do Plastic Flowers. Músico originário da Grécia, mas que reside atualmente em Londres. Começou fazendo música em casa, lançou algumas fitas cassetes só por hobby, em seguida …

0 35

‘Banda escocesa continua num lugar confortável dentro do gênero post-rock e cada vez a maturidade e a experiência contam na discografia que ela constrói’. Era um horário de almoço num dia qualquer de serviço. Tinha muito tempo para dar uma conferida nas lojas de cd’s usados da cidade. Hábito esporádico e quase sempre prolífico que …

0 40

BIG TROUBLES – Worry (2010) Afeitos a pedais fuzz, distorções diversas e elementos eletrônicos, o som do Big Troubles, grupo de Nova Jersey, incorpora influências que vão do dream-pop ao lo-fi, passando pela neo-psicodelia de grupos como Telescopes. Em alguns momentos se aproximam do A Pains of Being Pure at Heart, só que o som …