TUSQ – The Great Acceleration (2018)


“Acelerando nas guitarras mas não convencendo tanto na sonoridade”

Tusq é uma banda alemã, de Hamburgo, e “The Great Acceleration” é o seu terceiro álbum.

Não mais que trinta minutos. Dez faixas centradas basicamente na estrutura do rock convencional: baixo, bateria, guitarras e vocais. Tudo direto, ágil. Os fãs de guitarras cruas e furiosas não se decepcionarão. Canções como “Anyway” e “Fading Stars” trazem o instrumento no talo, com solos marcantes e ligeiros. Inspirados por influências que vão desde o rock 70’s até chegar a bandas que conquistaram o ouvinte dos anos 90 pra cá.

“Gorilla Syrup” parece algo do Teenage Fanclub e “Nothing Is Won” pode ter sido criado com alguma inspiração no Weezer. Outras influências serão lembradas ao longo do trabalho, mas de qualquer forma “The Great Acceleration” carece de mais personalidade (mesmo sendo um reaproveitamento de bandas boas que escutamos nesta vida) e também fica monótono apesar do tempo curto.

Não é um álbum ruim, mas precisaria revelar um grupo já buscando uma identidade própria.

(NOTA DO EDITOR): A banda excursionou pela América do Sul em 2011, tocando no Brasil e na Argentina. Até fizeram um mini documentário, que pode ser assistido nesse link=> Aqui. Se apresentaram também no Estúdio Show Livre.

:: NOTA: 5,8

:::

:: FAIXAS:
01. Set Fire
02. Gorilla Syrup
03. Be Happy Now
04. Different Planet
05. Too Close To Call
06. Nothing Is Won
07. The Gang
08. Anyway
09. No Clouds
10. Fading Stars

 

 

:::

:: Mais Informações:
Bandcamp
Facebook
Site oficial

:: Assista abaixo ao vídeo de “Different Planet”:

Previous SMASHING PUMPKINS :: Assista longo show da banda em Seattle
Next THE CHEMICAL BROTHERS :: Duo anuncia "No Geography"

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *