LOVECRAFT: MEDO DO DESCONHECIDO (Lovecraft: Fear of the Unknown, 2008)


“Vida e obra de um dos mestres da literatura de terror em documentário indispensável”

Quem aprecia o gênero Terror, seja na literatura no cinema ou em jogos, já deve ter ouvido falar no nome de H.P. Lovecraft. A primeira vez que esse nome surgiu para mim foi na época do filme “Re-animator” (1985), que se inspirava num conto do escritor para apresentar a historia de um cientista que tentava reviver os mortos usando um líquido.

“Re-animator” é apenas um exemplo da influência dos escritos de Lovecraft para o cinema. Muitos são os filmes inspirados em sua obra, vão desde “Evil Dead” – onde aparece o Necronomicon (livro dos mortos), tão presente na literatura do escritor, passando pela “A Névoa”, onde seres enormes de outra dimensão dominam uma cidade, e chegando a produções mais comerciais como “Piratas do Caribe” e “Hellboy”.

“Lovecraft – O Medo do Desconhecido” (2008) investiga a vida e a obra do escritor, mostrando como o mundo ao seu redor influenciou na construção da mitologia presente em sua obra, do “Necronomicon” (Livro dos Mortos) ao “Mito de Ctchulu”, e como influenciou, e continua influenciando, escritores e diretores.

O documentário traça uma cronologia da vida de Lovecraft, que tem início com a morte do pai, tomado pela loucura causada pela sífilis; fala da relação problemática com a mãe; a adolescência reclusa e solitária; seu comportamento excêntrico; o relacionamento complicado com a esposa; finalizando com a sua morte por câncer, ainda jovem, em 1937, aos quarenta e sete anos. Não deixa de tocar num ponto controverso do autor, sua xenofobia e antissemitismo, apesar de sua esposa ser judia.

Seu interesse pela astronomia é outro ponto de destaque, mostrando como influenciou e inspirou na construção de suas estórias.

Numa parte do documentário, o escritor e estudioso da literatura de Lovecraft, S.T. Joshi, afirma que “Aos 8 anos, ele se interessou muito por química. Depois descobriu a astronomia, que teve influência mais importante. Ele disse que foi através da astronomia que percebeu a vastidão do universo e a insignificância do homem no cosmos”.

As entrevistas são um dos pontos fortes do documentário, escritores e diretores acrescentam sua visão pessoal sobre a obra do escritor e a influência que o mesmo exerceu nas suas construções. Além de S.T. Joshi, Guillermo Del Toro, Neil Gainman, John Carpenter, Peter Straub, Caitlin R. Kiernan, Ramsey Campbell, Stuart Gordon, Robert M. Price e Andrew Migliore, são os entrevistados que aparecem.

Ao tempo que narra a vida conturbada do escritor, são apresentados também seus escritos , iniciandocom sua primeira publicação, o conto “Dagon”. Rico em informações, até mesmo o estilo de escrita de Lovecraft, cheio de adjetivos e com o uso recorrente da primeira pessoa, são discutidos, além da influência marcante do escritor Edgar Alan Poe e da obra de Lord Dunsany em seus escritos.

“Lovecraft – O Medo do Desconhecido” é uma viagem de noventa minutos pelo universo sombrio criado pela mente de uma pessoa atormentada não só pelos seus “demônios interiores”, como também por todo um mundo à sua volta que lhe parecia totalmente estranho. Sua influência não se resume a livros e filmes, estende-se a música, pintura, jogos e até mesmo desenhos animados.

:: NOTA: 10

:::

:: FICHA TÉCNICA:

Gênero: Documentário
Duração: 1h30min
Direção: Frank H. Woodward
Roteiro: Frank H. Woodward
Elenco: Robin Atkin Downes, Neil Gaiman, Peter Straub, Guillermo del Toro, Ramsey Campbell, Stuart Gordon, Caitlin R. Kiernan, S.T. Joshi, John Carpenter e outros.
Lançamento: 24 julho 2008 (USA)
Censura:
IMDB:
Lovecraft: Fear of the Unknown

:::

:: ALGUNS FILMES INSPIRADOS NA OBRA DE LOVECRAFT:
– Evil Dead – Uma Noite Alucinante (Sam Raimi, 1981)
– O Enigma de Outro Mundo (John Carpenter, 1982)
– A Hora dos Mortos-Vivos (Stuart Gordon, 1985)
– Re-animator (Stuart Gordon, 1985)
– Do Além (Stuart Gordon, 1986)
– Necronomicon – Livro Proibido dos Mortos (Christophe Gans , 1993)
– À Beira da Loucura (John Carpenter, 1994)
– Dagon (Stuart Gordon, 2001)
– Hellboy (Guilermo del Toro, 2004)
– O Nevoeiro (Frank Darabont, 2007)
– Cloverfield: Monstro (Matt Reeves, 2008)
– A Herança de Valdemar (José Luis Alemán, 2010)

:: Assista abaixo ao documentário legendado na íntegra:

Previous INTERPOL – Marauder (2018)
Next SLENDER MAN: PESADELO SEM ROSTO (Slender Man, 2018)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *