COWBOY JUNKIES – All That Reckoning (2018)


“Veteranos canadenses com uma extensa carreira musical continuam importantes e realizando boas canções”

Cowboy Junkies poderia ter sido mais uma entre tantas bandas que surgiram nos anos 80 e que desapareceram. Mas isso não aconteceu, foram recebendo destaque e ganhando admiração entre crítica e público. Numa época onde os ouvintes dependiam de revistas e garimpos em lojas de discos para as descobertas musicais, os canadenses foram muito bem recebidos em linha com grupos já famosos como R.E.M. e The Smiths. Logo nos primeiros discos já causaram impacto e se tornaram um das mais promissoras do cenário. Todavia, foram os anos 90’s que marcaram a boa e prolífera safra dos canadenses. Muitos trabalhos dessa época são os preferidos dos fãs. Depois de 2000 a banda não parou, porém os tempos foram outros e os lançamentos foram mais esparsos. Em “All That Reckoning” eles fundem variados gêneros como Country e College Rock, abrindo espaço para o Blues na faixa ‘Mountain Stream’. Entretanto, não somente essa fusão de gêneros é interessante, os canadenses brilham em características que foram se fortificando: a voz etérea de Margo Timmins (atualmente com 57 anos), o instrumental com detalhes e o poder de criar canções que ultrapassam o tempo. Comboy Junkies bebeu do rock, mas há muito da música clássica em suas canções. ‘Wooden Stairs’, por exemplo, com aquele belo violino. Em ‘Shining Teeth’ colocam a melancolia, ao tempo que a crueza e a energia surgem no mesmo trabalho, vide ‘Sing Me A Song’, que vem com as guitarras bem pesadas e recebe influência do pós-punk. Os veteranos canadenses continuam em boa forma.

:: NOTA: 7,2

:: FAIXAS:
01 – All That Reckoning, Pt. 1
02 – When We Arrive
03 – The Things We Do To Each Other
04 – Wooden Stairs
05 – Sing Me a Song
06 – Mountain Stream
07 – Missing Children
08 – Shining Teeth
09 – Nose Before Ear
10 – All That Reckoning, Pt. 2
11 – The Possessed


:::

:: Mais Informações:
Facebook
Site oficial
Twitter

:: Assista abaixo o vídeo de ‘The Things We Do To Each Other’:

Previous LESTICS - Breu (2018)
Next THE PAPER KITES - On The Train Ride Home

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO